19 de abril de 2024 - 19:08

Educação

19/02/2024 09:28 Da Redação / Gov

Desenrola FIES: conheça o programa que já tirou mais de 196 mil estudantes da inadimplência

Programa do Governo Federal tem como objetivo quitar a dívida dos profissionais; prazo para renegociações vai até 31 de maio

O Desenrola Fies já beneficiou 196.776 mil pessoas desde o último levantamento feito pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em 5 fevereiro de 2024. Gerido pelo Ministério da Educação (MEC) junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o programa lançado em novembro de 2023 oferece descontos especiais em dívidas de quem não quitou o financiamento estudantil. O prazo para renegociação está aberto até 31 de maio de 2024.

Até o momento, mais de R$9 bilhões em dívidas foram renegociados e R$ 382.140.568,09 milhões já retornaram aos cofres públicos apenas com a parcela de entrada.  Com isso, além da iniciativa ajudar os cidadãos a saírem do endividamento, contribui para a economia voltar a gira e como colocar cada vez mais profissionais no mercado de trabalho com seus débitos quitados.

A estimativa é de que mais de um milhão de pessoas ainda tenham dívidas com o FIES. Para negociar as dívidas em soluções especiais, basta procurar pelas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil ou acessar os aplicativos das agências tanto da Caixa como do BB. Tudo pode ser feito on-line, tanto a simulação como a própria negociação. A recomendação do FNDE é que o estudante procure pelo aplicativo ou pelo banco com o qual fez seu contrato.

Quando a lei do programa foi sancionada, havia um milhão e 280 mil graduados que não tinham conseguido pagar seus financiamentos, e as dívidas chegavam a R$ 54 bilhões. Isto é, o resultado foi que mais de 18% dos estudantes e profissionais estão saindo do vermelho.

Confira a seguir, como renegociar sua dívida no FIES:

Quem pode renegociar a dívida do FIES

O programa atende estudantes que firmaram seus contratos até 2017 e que têm com inadimplência até 30 de junho de 2023.

Como renegociar a dívida do FIES

O primeiro passo é solicitar a renegociação junto ao agente financeiro com o qual tem contrato, seja presencialmente nas agências bancárias ou pelo aplicativo.

Quais são os outros canais de atendimento além das agências bancárias e aplicativo?
O Desenrola Fies oferece outros canais. Para clientes da Caixa Econômica Federal, há o telefone 0800 616161 e o WhatsApp no número 0800 104 0 104. Ligações também podem ser feitas pelo número 4004 0 104, para capitais e regiões metropolitanas, ou 0800 104 0 104, para as demais regiões do País.

Já os clientes do Banco do Brasil, podem entrar em contato pelo WhatsApp pelo número 61 4004 0001 ou ligar para a Central de Atendimento do BB pelo número 0800 729 0001.

Qual é o prazo para fazer a solicitação

Os interessados têm até 31 de maio de 2024 para procurar pelos bancos.

Quais serão os descontos na renegociação

No caso de estudantes inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) com débitos vencidos e não pagos há mais de 360 dias (completados até 30 de junho de 2023), o desconto é de até 99% do valor consolidado da dívida. Para os demais estudantes, os descontos podem chegar até 77%.

Parcelamento da dívida no FIES
O estudante que tenha débitos vencidos e não pagos em 30 de junho de 2023 poderá liquidá-los por meio de parcelamento, nas seguintes condições:
Para débitos vencidos e não pagos por mais de 90 dias, em 30 de junho de 2023, haverá desconto de até 100% sobre encargos (juros e multas) e de 12% sobre o valor financiado pendente para pagamento à vista; ou parcelamento em até 150 parcelas mensais e sucessivas do valor financiado pendente, com desconto de 100% dos encargos, mantidas as demais condições do contrato (ficam mantidas as garantias e eventuais taxas do contrato).


Já os estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, em 30 de junho de 2023, que estejam inscritos no CadÚnico ou que tenham sido beneficiários do Auxílio Emergencial 2021: desconto de até 99% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais.


Estudantes com débitos vencidos e não pagos por mais de 360 dias, em 30 de junho de 2023, que não estão no CadÚnico e nem receberam o Auxílio Emergencial em 2021, o desconto é de até 77% do valor consolidado da dívida, inclusive principal, por meio da liquidação integral do saldo devedor em até 15 prestações mensais e sucessivas.

O que é o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil foi criado em 2001 pela Lei nº 10.260/2001, como política do MEC para financiar cursos superiores não gratuitos. Atualmente, o critério utilizado para obtenção do financiamento é a nota do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).


Plantão

(65) 99288-0115