24 de junho de 2024 - 19:28

Brasil

Malária 27/03/2024 19:33 G1

Morador de Conceição das Alagoas é diagnosticado com malária após retornar de trabalho na Angola

Homem foi levado para o Hospital de Clínicas da UFTM, em Uberaba, para receber atendimento especializado. Malária é definida pelo Ministério da Saúde como uma doença infecciosa febril aguda.

O mosquito Anopheles stephensi é o vetor da malária — Foto: Jim Gathany/CDC/Reuters

O mosquito Anopheles stephensi é o vetor da malária — Foto: Jim Gathany/CDC/Reuters

Um morador de Conceição das Alagoas, de 39 anos, foi diagnosticado com malária após ter retornado há alguns dias de Angola, país da África Central, onde presta serviços.

Conforme apurado pela TV Integração, o homem deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Conceição de Alagoas com febre e sintomas da doença.

Após passar por exames, que tiveram resultado positivo para malária, ele foi levado para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), em Uberaba, para atendimento especializado.

O que é malária?

Ministério da Saúde define a malária como uma "doença infecciosa febril aguda", causada por "protozoários transmitidos pela fêmea infectada do mosquito Anopheles".

Qualquer pessoa pode contrair a malária. Quem apresenta várias infecções da doença pode atingir uma imunidade parcial, com poucos ou quase nenhum sintoma.

 

Quais são os sintomas?

Os mais comuns são:

  • febre alta;
  • calafrios;
  • tremores;
  • sudorese;
  • dor de cabeça, que podem ocorrer de forma cíclica.

De acordo com o Ministério da Saúde, muitas pessoas também sentem náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite, principalmente antes da fase aguda.

 

Como é feito o tratamento?

O paciente recebe comprimidos fornecidos nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Somente os casos graves precisam de hospitalização.

O tratamento indicado depende de alguns fatores: espécie do protozoário infectante; idade e o peso; condições associadas, como gravidez e outros problemas de saúde; e gravidade da doença.

LEIA TAMBÉM:

📲 Siga as redes sociais do g1 TriânguloInstagramFacebook e Twitter
📲 Receba no WhatsApp as notícias do g1 Triângulo


Plantão

(65) 99288-0115