24 de junho de 2024 - 20:27

Brasil

29/03/2024 11:29 G1

Livro atualiza entendimento sobre mamíferos da Amazônia

Com 489 páginas, obra atualiza conhecimento sobre grupo animal da região e destaca ameaças e prioridades de conservação.

 Peixe-boi-da-amazônia é o menor representante dos peixes-boi — Foto: Anselmo Affonseca/Arquivo Pessoal

Peixe-boi-da-amazônia é o menor representante dos peixes-boi — Foto: Anselmo Affonseca/Arquivo Pessoal

Publicado em janeiro de 2024, o livro "Amazonian Mammals: Current Knowledge and Conservation Priorities" (Mamíferos Amazônicos: Conhecimento atual e Prioridades de Conservação, em tradução livre) tem como objetivo atualizar o conhecimento atual sobre as espécies de mamíferos amazônicos.

Atualmente, são reconhecidas cerca de 800 espécies de mamíferos nativos para todos os ecossistemas do Brasil, distribuídas em 247 gêneros, 51 famílias e 11 ordens. Cerca de 60% das espécies de mamíferos conhecidas no país são endêmicas da Amazônia brasileira.

Com participação de 70 pesquisadores e pesquisadoras especialistas em mamíferos da região, o livro (que está a venda no site da editora) busca identificar tópicos, espécies, regiões e habitats pouco estudados, sugerir novas pesquisas e destacar as principais ameaças e prioridades de conservação.

Livro Amazonian Mammals: Current Knowledge and Conservation Priorities — Foto: Wilson Spironello

Livro Amazonian Mammals: Current Knowledge and Conservation Priorities — Foto: Wilson Spironello

O projeto tem como editor sênior o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), organização vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Wilson Spironello, além de quatro outros editores: Adrian Barnett, Jessica Lynch, Paulo Bobrowiec e Sarah Boyle.

“O livro é composto por 18 capítulos e traz tópicos como o conhecimento atual das espécies de mamíferos amazônicos, lacunas de conhecimento, caça de subsistência, pressão e gestão da caça, ecoturismo, resiliência das espécies à extinção, doenças infeciosas, perda e fragmentação de habitat, e efeitos das alterações climáticas nos animais”, diz Wilson.

Os mamíferos são um grupo diversificado, incluindo animais de grande porte (como a onça-pintada), aquáticos (como o peixe-boi-da-amazônia), e de pequeno porte (como morcegos).

Por possuírem hábitos e estilos de vida muito diversos, a classe ocupa uma grande variedade de habitats dentro da Amazônia. Portanto, os impactos ambientais com origens na ação humana, como desmatamento, caça e mudanças climáticas representam grandes ameaças ao grupo.

Wilson Spironello é editor sênior do obra — Foto: Pedro Felipe/Ascom Inpa

Wilson Spironello é editor sênior do obra — Foto: Pedro Felipe/Ascom Inpa

De acordo com o pesquisador, o diferencial do livro é que ele utiliza uma série de assuntos vinculados, "evitando uma discussão fragmentada em artigos individuais, os quais comumente aparecem em uma variedade de revistas científicas diferentes e em vários momentos".

A obra levou cerca de três anos para ser finalizada, sendo editada em dezembro de 2023 e publicada em janeiro de 2024. Até o momento, é o primeiro livro idealizado com tais objetivos e, consequentemente, o mais atualizado, embora novas espécies possam ser descritas.

“Foi uma experiência única pela oportunidade de me relacionar com tantas pessoas de diferentes especialidades. Além do imenso trabalho de revisar tantos textos e, como resultado, também aprender sobre uma diversidade de assuntos”, afirma o editor sênior Wilson Spironello.

*Texto sob supervisão de Giovanna Adelle


Plantão

(65) 99288-0115