19 de abril de 2024 - 19:48

Cultura

Musica 13/03/2024 08:41 G1

'Fala verdade', 'machista', 'favelado que venceu'? Fãs de trap avaliam letra do megahit 'Let's Go 4'

Na era do TikTok, em que hits são cada vez mais curtos e coreografados, o sucesso de "Let's Go 4" é uma raridade. Com quase 11 minutos e sem passinho de dança, a canção está há seis meses dentre as 50 mais ouvidas do Spotify Brasil. Por três meses, ocupou a 1ª posição.

A música é um trapfunk de batidas lentas — bem diferente da maioria dos hits de seu produtor, DJ GBR, conhecido por faixas fritadonas de funk rave.

Além de GBR, a música é composta por TrapLaudo, IG, Ryan SP, Davi, Luki, Don Juan, Kadu, GH do 7 e GP. Artistas que, nessa canção, dividem o vocal para uma cypher (troca de rimas entre MCs), a partir de versos sobre dinheiro, poder e sexo.

 

g1 foi até a Nakka Club, casa noturna de trap, rap e funk localizada na zona leste paulistana, para saber o que ouvintes desses gêneros acham de “Let’s Go 4”.

Os entrevistados palpitaram sobre a razão por trás do sucesso e comentaram a letra, definida por alguns como machista, e por outros como retrato da realidade. Veja o vídeo acima.

 

Por que virou hit?

Frequentador da Nakka e fã do hit, Rodrigo Silva diz: "Sinceramente? Só tá falando a verdade ali. Pode até parecer um pouco de ostentação, de putaria, mas não. É o que muitas pessoas tão vivendo”.

Outro motivo para a música ter estourado, segundo Rodrigo, seria a referência que ela faz ao chamado 4M — termo cujo significado é maconha, mulher, música e money (dinheiro, em inglês). Abreviação que ganhou fama na década passada, com os MCs PH, IG, Pedrinho e Kevin.

Cena do clipe 'Let's Go 4' — Foto: Reprodução/YouTube

Já Samuel Souza acredita que a principal razão para o sucesso é a cypher da faixa, que reúne alguns dos nomes mais bombados da cena trapper e funkeira do momento.

Em entrevista ao g1 em janeiro, PH descreveu a letra como um retrato da "vivência do favelado que venceu". E é justamente isso que teria feito "Let’s Go 4" hitar, segundo Eduarda Alves, também frequentadora da Nakka.

“As pessoas pensam ‘pô, se eles podem viver isso, por que eu não posso?’", afirma ela.

 

Letra machista?

Cena do clipe 'Let's Go 4' — Foto: Reprodução/YouTube

"[Os MCs] falam da vivência deles, do quanto foi sofrido chegar até ali. Ainda assim, uma pergunta que eu vou fazer para você: quantos artistas são mesmo? Onze? E quantas mulheres? Nenhuma. Eles falam tanto de mulher [na letra], mas será que conhecem mulher tanto assim só porque têm dinheiro?", questiona Eduarda.

Há quem considere "Let's Go 4" machista, devido a versos como "tem mulher que não depende de homem, problema delas/ um brinde às que depende, subo o voucher, boto nelas" e "inovaram o ditado: com a xota vai pra Dubai/ ela não vale nada, no modelo Marabraz".

"É bem machista", diz Aline Drulis. "Você vai nos bailes e todo mundo se une pra pedir essa música. Mas as pessoas não prestam atenção na letra. Eu tenho certeza disso."

Rodrigo, porém, diz que os versos são apenas reflexo da realidade e algumas mulheres gostam de ser bancadas por homens ricos.


Plantão

(65) 99288-0115