15 de julho de 2024 - 10:54

Esporte

07/07/2024 07:38

Brasil não sai do zero com o Uruguai, perde nos pênaltis e cai nas quartas de final

O Brasil está eliminado da disputa da Copa América! Na noite deste sábado, no Allegiant Stadium , em Las Vegas, sem o suspenso Vini Jr, a seleção brasileira foi ineficiente diante do Uruguai, não conseguiu se aproveitar de mais de 20 minutos com um jogador a mais por conta da expulsão de Nández na segunda etapa e, na disputa de pênaltis, perdeu por 4 a 2.

Desperdiçaram as suas cobranças o zagueiro Éder Militão, que parou em Rochet, e o volante Douglas Luiz, que acertou a trave. O goleiro Alisson ainda pegou uma cobrança, de José Giménez, mas o volante Ugarte converteu a quinta cobrança uruguaia e carimbou a vaga na semifinal. Na próxima fase, a Uruguai de Marcelo Bielsa vai enfrentar a Colômbia, que goleou o Panamá por 5 a 0 poucas horas antes.

A seleção brasileira não sofria um resultado negativo diante da Celeste numa Copa América desde 1995, quando os uruguaios conseguiram superar os brasileiros na final por 5 a 3 nos pênaltis, depois de um empate por 1 a 1 no Centenário, em Montevidéu.

90 minutos de pouquíssimo futebol!

Foi uma batalha típica de um Uruguai x Brasil. Muita disputa, divididas, encaradas, uma peitada de Ronald Araújo em Endrick, uma expulsão de Nández por uma entrada muito feia em Rodrygo, mas futebol, mesmo, foi algo bastante raro. Os goleiros praticamente não trabalharam durante o jogo. Marcando lá em cima, o Uruguai tentou forçar erros, mas só chegou com perigo mesmo numa bola cruzada que Darwin Núñez cabeceou por cima. No lado brasileiro, Raphinha conseguiu um bom contra-ataque, mas parou na defesa de Rochet. Com pouco brilho técnico, o 0 a 0 prevaleceu na primeira etapa. A segunda foi parecida, mas mudou de cenário aos 28 minutos, quando Nández deu solada na perna de Rodrygo e levou amarelo. O árbitro Dario Herrera-ARG foi chamado no VAR, revisou o lance, e expulsou o uruguaio. A Brasil ficou com a bola, botou pressão, teve volume, mas praticamente não teve chance de vencer o time uruguaio.

Os pênaltis
Num jogo sem Vini Jr, o Brasil abriu as cobranças com o zagueiro Éder Militão, que parou nas mãos de Rochet. Além dele, Douglas Luiz perdeu a sua cobrança, com um chute na trave. Converteram as cobranças Andreas Pereira e Gabriel Martin

As semifinais
Sem o Brasil, as semifinais da Copa América serão entre Argentina x Canadá e Uruguai x Colômbia. O primeiro duelo acontece na terça-feira, às 21h, em Nova Jersey. O segundo jogo é na quarta, às 21h, em Charlotte.


Plantão

(65) 99288-0115